decisão de compra
Business Intelligence, Lead Generation, Marketing, Vendas

Decisão de compra: sabia que ela é complexa?

A pandemia causada pela Covid-19 nos trouxe valiosas lições. Afinal de contas, ninguém esperava que uma doença pudesse mudar o cenário econômico mundial. Sendo assim, ela provocou uma acentuação daquilo que já vinha acontecendo: tornou o processo de decisão de compra ainda mais complexo. 

Muitas pessoas ficam extremamente confusas na hora de tomar certas decisões, o que, por sinal, tem crescido paulatinamente. O processo de decisão de compra não é tido como algo linear; pelo contrário, existem vários fatores que interferem, os quais variam de pessoa para pessoa. Hoje, o consumidor não quer apenas o “barato”. Isso já deixou de ser um fator limitante. O cliente quer o “melhor” para si e para a sua família. Para explicar melhor como é complexo o processo de decisão de compra, preparamos este post. Continue conosco!

Entenda como é o processo de decisão de compra

No decorrer dos anos, o comportamento do consumidor tem-se apurado, ou seja, tornou-se mais fino, a ponto de escolher o que é melhor, independente de quanto precisará investir. 

Esse processo de decisão de compra é complexo do ponto de vista do mercado econômico atual, pois houve uma evolução, como dito anteriormente, nos processos de escolha. 

Notamos isso quando avaliamos uma pesquisa do Google, que avaliou a evolução do termo “barato” e “melhor”. O índice de busca por “melhor” cresceu rapidamente e isso não apenas no Brasil, isso aconteceu em diversos países, como Itália, Índia e Alemanha.

O barato, portanto, não é suficiente para sanar as necessidades do cliente. Ele procura, atualmente, aquilo que atenda (ou ultrapasse) as suas expectativas. 

Entenda quais são as novas exigências do consumidor

O cliente tem novas exigências, onde o famoso “BBB” (bom, bonito e barato) não é mais a primeira alternativa no processo de decisão de compra. 

A pandemia sensibilizou muitos consumidores e, em decorrência disso, o comportamento deles se tornou mais humanizado. 

Hoje, o cliente não observa só o valor que irá gastar, ele tenta se conectar com aquele serviço que lhe está sendo oferecido. Isso é o que podemos chamar de conexão emocional. E as empresas precisam estar sensíveis para essa nova forma de pensar e agir. 

Criar uma relação que conecte o cliente com o produto é um meio que as empresas podem usar a fim de gerar uma sensação de empatia maior e proporcionar uma ótima experiência com a sua empresa.

Saiba como a inteligência estratégica pode ajudar na decisão de compra do cliente

Uma coisa é certa: as empresas que não remodelarem a sua maneira de lidar com os seus consumidores, estará fadada ao fracasso. Sabe aquelas propagandas invasivas e massivas que faziam o maior sucesso publicitário? Pois é, elas não têm o mesmo efeito como antigamente.

Reinventar é a ordem do dia para as empresas; e as mudanças precisam ser diárias, ou seja, as marcas precisam acompanhar o ritmo com que a sociedade vem evoluindo. Essa é a melhor maneira de atrair e entender os clientes, com um viés mais personalizado.

Por conta disso, as empresas, atualmente, precisam contar com uma inteligência estratégica, a fim de garantir a permanência de seus clientes. Por isso, é extremamente importante que se conheça o processo de decisão de compra e quais são os fatores que influenciam na escolha de determinado produto. Isso não é apenas um diferencial; isso é uma necessidade. 

Diante da complexidade desse tema, escolher uma empresa que tem essa inteligência estratégica, a ponto de pensar sempre em proporcionar uma ótima experiência ao seu cliente e, com isso, proporcionar serviços mais especializados (e humanizados) é um verdadeiro diferencial. 

Aqui, na Piattino, colocamos o nosso cliente em primeiro lugar. Somos especializados em inteligência estratégica e podemos ajudá-lo a atravessar esse momento complexo que estamos vivendo.

Que tal trocar uma ideia conosco sobre o assunto? Saiba agora mesmo como podemos ajudar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *