design UX
Vendas

Design UX: por que é importante para converter leads?

Talvez você nunca tenha ouvido falar no termo UX. Ou, simplesmente, não entende a importância dele para tornar a experiência do consumidor memorável. O design UX significa “User Experience” que, traduzido, quer dizer experiência do usuário. O UX vai além da parte técnica; ele se preocupa com a visão que o consumidor terá do seu serviço/produto (muito importante, né?). 

Além disso, o design UX está atento a cada passo que o cliente dá na interação com o seu produto. É a combinação de fatores humanos que garantem uma empatia com aquele que se tornou o centro da empresa: o cliente. 

Quer saber qual é a importância de apostar no design UX e garantir um diferencial competitivo no mercado e, mais do que isso, entender a dor do seu cliente para proporcionar um atendimento mais especializado? Continue conosco!

Cria um site focado na jornada de compra

Convenhamos: você não gosta de ficar perdido dentro de um site, não é mesmo? Pois é, o seu cliente também não! Logo, os padrões e as ferramentas podem ser ajustados para melhorar a experiência do usuário. Acredite, até a posição dos ícones tornam-se um diferencial competitivo, levando, assim, o usuário até o final da jornada de compra.

Entretanto, são ações que precisam ser muito bem pensadas. Não é simplesmente repaginar o site, mudar alguns botões de lugar etc., é preciso criar e dar condições para que o usuário não se distraia e acabe tomando outros rumos que não seja o da compra. 

Lembre-se: interferências são extremamente prejudiciais. Se na loja física nos distraímos com facilidade, imagina na internet, onde somos bombardeados com inúmeras propostas. Você tem essa sensação? Pois é… O seu cliente também. 

Identifica o tempo do usuário no site

Dentro de uma sociedade corrida e sempre vivendo com pressa, um fator se tornou primordial na construção de qualquer projeto, seja ele de marketing ou não: o tempo. 

Então, mensurar quanto tempo o usuário passa dentro do seu site é uma ação extremamente benéfica e que, sem dúvidas, gerará frutos.

Quantificar o tempo que o usuário passa no seu site poderá gerar novas experiências. Dessa forma, a função do designer UX — profissional do designer responsável por aplicar a técnica UX — é justamente criar uma interface que seja convidativa para o usuário para evitar que ele saia do site. 

Quer um exemplo? A análise de visitas de um blog (e suas respectivas interações) é um sinal que proporciona identificar se está havendo a conversando em leads ou não. Caso não esteja, o problema, após identificado, pode ser melhor controlado e, posteriormente, resolvido. 

Atende às necessidades exclusivas da sua empresa: uma das principais funcionalidades do design UX

Bom, se você chegou até aqui é porque está realmente interessado em aprender mais sobre o design UX e descobrir a sua real importância para a geração de leads. No entanto, não podemos deixar de falar na importância da especificidade das características de cada mercado, cada segmento e cada setor com relação à comunicação.

Veja: o público-alvo de e-commerce de produtos hospitalares é o mesmo, ou melhor, demonstra o mesmo interesse e apresenta necessidades parecidas com o público-alvo de um site de notícias de fofoca? Não é difícil imaginar a resposta… Definitivamente, não! 

Esses públicos são diferenciados e, por conta disso, têm características e necessidades completamente diferenciadas. Por isso, não pode existir um design que seja padronizado, isso prejudica o comportamento humanizado de uma empresa.
E é aí que o design UX entra. Ele atua como um desenvolvedor de soluções que sejam exclusivas às necessidades do seu público-alvo. Ele exclui a padronização, porque entende que cada público possui uma necessidade específica.

Aplicando o design UX, você proporcionará uma experiência positiva do usuário e, com isso, fortalecerá os laços positivos a fim de auxiliá-lo a chegar no final da jornada de compra, tendo ele como centro de tudo.

E aí, gostou de aprender mais sobre o design UX? Já conhecia essa técnica? Aproveite e compartilhe este post. Afinal, o que é bom precisa ser divulgado, não é mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *